A AIDS é uma doença muito temida e perigosa por suas altas chances de levar a vítima à óbito. Infelizmente não possui cura, porém desde o ano de sua descoberta (1984) com o avanço da medicina, há coquetéis que podem controlar a doença. Para obter mais informações sobre os sintomas da Aids e outros detalhes, acompanhem a seguir.

Seu significado é Síndrome da Imunodeficiência Adquirida.

Quando nosso organismo percebe um corpo estranho como o vírus ou a bactéria há o estímulo para obter anticorpos através dos linfócitos e assim poder combater este agente. Porém, a principal característica do vírus HIV é atacar diretamente os linfócitos, tornando o sistema imunológico ineficaz, danificando as respostas de defesa do nosso corpo, tornando o indivíduo susceptível a qualquer doença.

Com a Aids, o indivíduo poderá contrair doenças que uma pessoa saudável teria a capacidade de se defender e eliminar o vírus ou a bactéria do seu organismo com facilidade. Sendo assim, as pessoas com aids geralmente falecem por outra doença como tuberculose, hepatite, pneumonia ou qualquer outra infecção.

Seus principais sintomas são:

  • Emagrecimento rápido com perda de mais de 10% do peso corporal;
  • Diarréia prolongada (por mais de 1 mês);
  • Febre persistente (por mais de 1 mês);
  • Tosse seca sem motivo aparente;
  • Sudorese noturna;
  • Cansaço;
  • Candidíase (sapinho) persistente;
  • Manchas avermelhadas pelo corpo, entre outros.

Estes são os sintomas mais comuns que aparecem em cerca de 50% a 90% das vítimas. Nada comprovado cientificamente, podem ocorrer casos em que o paciente não apresenta nenhum sintoma por alguns meses, na fase de encubação do vírus (não se manifesta), podendo ter a chance de infectar outra pessoa sem saber que ele próprio esta infectado.

Para os pacientes com o vírus HIV, há o tratamento adequado para que este viva por muitos anos sem a manifestação da doença Aids.

Além dessa doença, há muitas outras que são sexualmente transmissíveis, por isso a importância do uso do preservativo.